^ Voltar ao topo
(75) 3623-0940

Como se relacionar em tempos de isolamento?

Como se relacionar em tempos de isolamento?

Desde a infância, somos ensinados que na vida é necessário ter interação com as pessoas, se relacionar de diversas formas, seja na escola, depois no trabalho, na vida social e com a família. Tanto que toda e qualquer pessoa, por mais que conheçam poucos indivíduos, sempre vão criando diversos círculos, sejam com muitos ou poucos integrantes. E assim vamos levando a vida, com pessoas sempre ao nosso redor e sendo incentivados a manter relações interpessoais.

Entretanto, no final do mês fevereiro deste ano surgiu o primeiro caso da temida doença Covid-19, causada pelo novo coronavírus, que desencadeou uma pandemia. Diversas medidas estão sendo tomadas desde então no sentido de evitar a contaminação de mais pessoas, que pode causar entre outros diversos problemas, um colapso no sistema de saúde. A principal medida que vem sendo adotada, segundo as autoridades de saúde é a de se manter em isolamento social e evitar todo e qualquer tipo de aglomeração, até mesmo dentro de casa.

Mas, nesse cenário pandêmico, como ficam as relações interpessoais que tanto necessitamos e fomos ensinados a manter? Como é estar distante do amigo ou namorado (a), ou mesmo de familiares queridos, e não morrer de saudade ou desequilibrar nossa saúde mental?

Para quem namora e os companheiros (as) moram em casas diferentes, a necessidade do isolamento social significa uma redução dos encontros. Isso pode se assemelhar a um relacionamento à distância, ou seja, um desafio que o casal deverá enfrentar. Veja algumas dicas que podem ajudar nesse momento de incertezas:

Confiança em primeiro lugar:

Confiar no outro é a base para qualquer relacionamento, principalmente os amorosos. Portanto ter uma boa e verdadeira comunicação é um começo pra alimentar esse sentimento, na pandemia e na vida.

Redes sociais como aliada:

Se você é adepto das redes sociais, use e abuse delas com seu par para matar a saudade. Mande fotos, faça chamadas de vídeo, interajam sempre que for possível ou a saudade bater.

Pense positivo:

Não adianta nada ficar pensando de forma pessimista nesse momento pandêmico. A realidade é que ninguém sabe quando isso vai acabar, se haverá uma vacina em um futuro próximo, se viagens de avião vão voltar ao normal, se as festas serão como antes.

Não sabemos como será nossa vida após esse momento de crise estabilizar, mas se apegar a isso é sofrer por antecipação. Seja leve, pense positivo e transmita isso ao seu parceiro (a) ou a qualquer pessoa que está ao seu redor, seja fisicamente ou online. 

Xô ciúmes:

Esse sentimento não faz bem nem quando os casais estão juntos fisicamente, avalie à distância. É compreensível que a insegurança pode bater à porta nesse momento de distância, mas para manter o relacionamento saudável transmita confiança e não dê motivos para que esse sentimento ruim contamine o relacionamento. Quando houver alguma desconfiança, o ideal é jogar a real, falar o que incomoda e manter o diálogo aberto para que juntos possam resolver a situação.

Nada de cobrança desnecessária:

A situação já está bem difícil para todo mundo, não é mesmo? Se você está passando a quarentena com a pessoa amada, ou mesmo com a família, que tal deixar a implicância com a louça suja, ou a tampa da privada levantada de lado um pouco? Nesse momento todos devem se ajudar e ficar alimentando picuinhas só vai desgastar ainda mais qualquer relação.

Não deixe de comemorar:

Datas comemorativas ainda podem ser celebradas, mesmo que à distância. Não só para casais de namorados, mas para a mãe, pai, irmãos ou família em geral. Pela internet não será possível dar aquele abraço caloroso, mas pode ser encarada como uma nova forma de comemorar uma data importante, mesmo na ausência. Não deixe passar batido, pois pode fazer a diferença no dia do outro.

Apesar do medo, faça planos:

Não é porque não sabemos quando a pandemia vai acabar que devemos deixar de lado aquele sonho de conhecer um lugar bacana com a pessoa amada. Continue a fazer planos para o futuro, mesmo que a distância.

Ninguém disse que esse momento seria fácil. Mas com um pouco de empatia e vontade de fazer as coisas darem certo é o primeiro passo para manter as relações de forma saudável. Siga as dicas e leve uma vida mais leve com quem se ama!

Esse conteúdo foi interessante para você? Escreva nos comentários o que achou do nosso artigo. Assine também a newsletter e fique por dentro de tudo que publicamos!

Atendimento

Av. Sampaio, Nº 296, Centro
Feira de Santana - BA - 44125-280

(75) 3623-0940 / 3485-1210

paxbahia@paxbahia.com.br

Clique para ampliar